Antes de reclamar um pouco dos cariocas, coisa que não gosto muito de fazer porque elegi esta cidade para morar, ainda que temporariamente, gostaria de conferir o trofeu sem-noção do dia para a rita lee. Ela disse que não vai votar na Marina Silva porque tem cara de fome. É possível uma coisa dessas? Quem é essa velhota mal humorada, chata, ranheta e ranzinza pra dizer uma coisa dessas? Na magreza anoréxico-viciada dela estão tanto a fome quanto o longo abuso de drogas ilícitas e pesadas. Além disso, de ícone do rock nacional a velhota agora, na melhor das hipóteses, pode ser considerada um museu vivo da música ruim feita no Brasil nas últimas décadas do século passado.

Mas deixemos de lado as declarações de quem só o faz para ser notícia de jornal e vamos ao que realmente interessa no blog, que são as atitudes sem noção das pessoas comuns.

Houve uma grande repercussão entre os habitates da urbe sobre o comentário do edil que chamou-nos – locais e advindos – de suínos. Mas o que dizer da cena mais comum apreciada por qualquer transeunte: lixo fora do local. E não é por falta de coletores, como ocorre em muitas outras cidades. Aqui no Rio de Janeiro, praticamente de dois em dois postes há uma boquinha alaranjada para se jogar lixos pequenos, tipo papel de bala, copinho descartável e latinha vazia. Mas em plena caminhada, na sexta-feira, vi um garotinho de seus cinco para seis anos jogando um papel na rua, diante da inerte mãe que nem o repreendeu nem nada.

Foi só um retrato, mas ao contrário do que se diz da violência urbana, esse é bastante representativo do comportamento geral do carioca. Vi e vejo muito disso enquanto caminho pelas ruas, e outro dia uma colega me disse que o pai dela, carioca da gema, afirmou que o faz – joga lixo na rua – com consciência, porque isso dá emprego aos garis. É muita falta de noção mesmo.

0 resposta

  1. Oi Cris, realmente a rita lee (vai minúscula mesmo) merece tudo que você disse, que absurdo tal comentário! Beijos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.