Fidel finalmente caiu em si. Só falta agora largar o osso na Ilha.

De toda forma, fui surpreendido hoje com a notícia de que ele reconheceu sua culpa na perseguição dos homossexuais cubanos durante os primeiros anos da revolução. Eu tinha cá pra mim que os comunistas de linha stalinista sempre pensaram que homossexualidade estava entre as degenerescências do regime capitalista e da burguesia. Não sei bem de onde ouvi esse conceito, mas sempre pensei nisso.

Na ilha, a perseguição aos homossexuais acabou por produzir pelo menos um grande romance, do dissidente Reynaldo Arenas, intitulado “Antes que Anoiteça”. É muito bom esse livro.

De toda forma, segue aí o link d’O Globo, para quem quiser mais detalhes sobre o assunto.

http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2010/08/31/fidel-assume-culpa-pela-onda-homofobica-em-cuba-ha-50-anos-917515049.asp

Só que no jornal cubano da internet de hoje, não consegui localizar confirmação dessa notícia.

Achei também uma notícia no Pink News

http://www.pinknews.co.uk/2010/09/01/castro-takes-responsibility-for-cuba-persecuting-gays/

Ou seja, há luz no fim do túnel da ignorância.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.