Meu amigo Wadson, grande companheiro de viagem, me lembrou de duas coisas ótimas dessas férias: a praia do Buracão e o restaurante Mariquita.

Como ele comentou, para quem mora perto da praia, outra praia nem é assim tãããooo relevante. Quero dizer, é bom ir a praias diferentes da do quintal da gente, lógico, mas como temos assim, a hora que queremos, o valor é menor do que de alguém que more no Centro Oeste. Digo porque sei. Quando morava em Brasília e tinha oportunidade de ir a lugar de praia, chegava cedo e só saía quando o sol se punha. Hoje eu passo a manhã na praia e só fico mais se tiver uma roda muito animada. Meio dia, uma da tarde e já quero ir embora. hehehe.

Mas a praia do Buracão é um lugar ótimo. É uma praia pequena, de uma ponta a outra não deve ter um quilômetro e ainda não é muito inflamada. Poucas pessoas vão se refestelar em suas areias. Os guarda-sóis são grandes e confortáveis e sempre tem uma cervejinha gelada.

Foto tirada por Guilherme na terça-feira de manhã.

No dia da festa, almoçamos no restaurante Mariquita, que serve comida de santo. Tem arroz de efó, abará, vatapá. Senti falta de acarajé e omolocum, mas a comida estava sensacional.

Acho que sobre Salvador era isso! Até a próxima, maravilhosa cidade de Salvador da Bahia de Todos os Santos! Amor para sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.