|

LITERATURA

Tempo de boas leituras

Recentemente enfiei-me com livros de morte, e até fiz um post aqui sobre eles. Os li juntamente com minha querida amiga Juliana Ludmer. Ela então me indicou “O Crime do Cais Valongo”, de Eliana Alves Cruz.

Mais uma leitura sensacional! O livro tem um tema pesado, já que se inicia com um assassinato misterioso, ocorrido ainda no tempo em que a família imperial de d. João VI ainda residia no Rio de Janeiro, mas é desenvolvido de forma leve. Conta histórias até picarescas dos tipos que residiam o que hoje é conhecido como bairro da Saúde, no Rio de Janeiro, entre o Cais Pharoux e a Gamboa (que ainda nem existia). Relata como eram trazidos e tratados os africanos escravizados que aqui chegavam e acompanha a história de uma delas, enquanto um mulato descendente de portugueses investiga o assassinato.

É uma bela história policial. Instigante, divertida, pesada e trágica. Tudo misturado na medida certa.

Só tem uma coisa: o final é o mais surpreendente de todos os policiais que eu já li! E olha que eu já li a coleção completa de Agatha Christie!

Recomendo fortemente a leitura, ainda mais nesses tempos de isolamento social.

Uma resposta

  1. CRISTOVAM, estou eu aqui mais uma vez para elogiar o seu trabalho, ou seja, esse texto tão bem redigido e explicativo. Você deu uma aula sobre poderes conforme o que dispõe a constituição Federal. É impressionante como tem Procuradores por aí se achando “o poder judiciário”. Você deixou muito esclarecido quem é quem, só faltou desenhar. Mais que isso não dá. Parabéns mais uma vez. E, só pra frisar, você sabe que eu quando não gosto ou discordo, falo mesmo, sem medo de dar a cara. 😚

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

plugins premium WordPress