|

LITERATURA

Estamos todos em casa, pelo menos quem tem senso e noção do perigo que uma pandemia pode gerar. Do meu quarto, trabalho, converso, interajo com amigos, vejo filmes, leio livros. Também no meu quarto tenho passado muitas horas em função de ter o escritório aqui.

A minha janela tem grades.

A janela do vizinho também tem grades.

As grades são uma tônica em cidades perigosas. Temos medo que invadam a nossa privacidade, nos subtraiam os bens materiais tão arduamente conquistados.

Presentes também nas praças públicas, como forma de impedir as pessoas a quem nem mesmo um teto precário lhes foi dado obter de se alojarem ali.

Acho tão terrível essa situação.

Detesto grades.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

plugins premium WordPress